Profissionais

Profissionais

Sócio

Alessandro Fonseca

Alessandro Fonseca
Linkedin

Experiência

Presta consultoria a empresas e pessoas físicas de alta capacidade financeira na reestruturação e eficiência de estruturas tributárias nos termos da legislação brasileira e tratados internacionais. Tem experiência em governança corporativa, planejamento sucessório e patrimonial e aconselhamento em questões relativas ao direito tributário, societário e de família. Sua atuação também envolve consultoria e estruturação tributária em operações de fusões e aquisições, bem como na legislação que rege relatórios financeiros corporativos.

Formação

Bacharelado em Direito – Universidade São Judas Tadeu (USJT);

Especialização em Controladoria e Finanças – Trevisan Escola de Negócios.

Reconhecimentos

ALM – Private Client Global Elite (2017–2019, 2021);

Chambers High Net Worth – Private Wealth (2017–2022);

LACCA Approved – Tax (2017–2024);

Latin Lawyer 250 – Tax (2019–2024);

The Legal 500 – Wealth and succession planning: Leading individual (2024);

Who’s Who Legal Global – Private Client (2019–2022);

Who’s Who Legal Brazil – Private Client (2016–2022);

Who’s Who Legal Thought Leaders – Brazil – Private Client (2021–2023).

Único. Portal de Notícias do Mattos Filho.

Publicações de autoria

Mattos Filho na mídia

Com Alessandro Fonseca
Conhecer seguros

Susep divulga novas regras de planos de seguros de pessoas com cobertura por sobrevivência

A Superintendência de Seguros Privados (SUSEP) publicou, no dia 20 de fevereiro, a Resolução CNSP nº 464, de 19 de fevereiro de 2024, que regulamenta o funcionamento e os critérios para operação de planos de seguros de pessoas com cobertura por sobrevivência.

Clique aqui e acesse a matéria publicada o Conhecer Seguros.

Folha de S.Paulo

Projeto eleva imposto sobre herança e doação acima de R$ 3,36 milhões em São Paulo

O imposto sobre heranças e doações no estado de São Paulo pode se tornar progressivo, caso seja aprovado um projeto de lei apresentado pelo deputado estadual Donato (PT) que altera as alíquotas desse tributo.

Atualmente, o ITCMD (Imposto sobre a Transmissão “Causa Mortis” e Doação de Quaisquer Bens ou Direitos) possui alíquota única de 4% no estado. O deputado propõe alíquotas por faixas de valor de 2%, 4%, 6% e 8%.

Clique aqui e acesse a matéria publicada no Folha de S.Paulo.

Fique conectado
com o Mattos Filho

Receba notícias e análises jurídicas de nossos especialistas em mais de 40 áreas do direito e fique por dentro de tudo que impacta o seu negócio.

Cadastre-se