Profissionais

Profissionais

Sócio

João Colussi

João Colussi
55 11 3147 7553 joaomarcos.colussi@mattosfilho.com.br Campinas
Linkedin

Áreas de atuação

Experiência

Atua em questões fiscais perante tribunais administrativos e judiciais. Tem experiência em fóruns de julgamento (primeira instância) e de apelação, representando empresas de grandes setores da indústria e negócios em diversos assuntos, envolvendo tributações municipais, estaduais e federais. Também se dedica a programas de leniência tributária, bem como representação de clientes junto aos órgãos governamentais em pendências referentes à legislação e regulamentação fiscal.

Formação

Bacharelado em Direito – Universidade Presbiteriana Mackenzie;

Pós-graduação em Direito Econômico e Empresarial – Fundação Getulio Vargas (FGV).

Reconhecimentos

Análise Advocacia – Tributário (2017 e 2019), Energia Elétrica (2018), Tecnologia (2017) e São Paulo (2017);

Chambers Global – Tax: Litigation (2014 a 2019);

Chambers Brazil (antigo Chambers Latin America): – Tax: Litigation (2012 a 2019); General Business Law: Campinas & Surrounds (2021);

International Tax Review – Tax Controversy (2016 a 2022);

LACCA Approved – Tax (2010 a 2022);

Latin Lawyer 250 – Tax (2020 e 2021);

Who’s Who Legal Brazil – Corporate Tax (2020 e 2021).

Único. Portal de Notícias do Mattos Filho.

Publicações de autoria

Mattos Filho na mídia

Com João Colussi
BrasilAlemanha

Autoridades debatem desafios da contratação de nômades digitais em 22º Seminário de Mão de Obra Estrangeira

A cidade de Campinas (SP) sediou na última terça-feira (8 de junho) a 22ª edição do Seminário Mão de Obra Estrangeira, referência nacional junto aos profissionais atuantes nas áreas de imigração, recursos humanos e temas relacionados. Realizado pela Câmara Brasil-Alemanha de São Paulo, o evento contou com o patrocínio do escritório Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr e Quiroga Advogados e da Emdoc, consultoria especializada em imigração, transferências para o exterior e relocation.

Clique aqui e acesse a matéria publicada no portal BrasilAlemanha.

Áreas de Atuação

Jota

Indefinição na Justiça pode gerar baixa adesão à transação do ágio

Tributaristas não estão confiantes em uma ampla adesão à transação tributária de casos sobre amortização de ágio, anunciada na última semana pela Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) e pela Receita Federal. A falta de uma jurisprudência sólida na Justiça e a existência de precedentes favoráveis no Judiciário e no Carf podem fazer com que empresas optem por continuar discutindo as cobranças fiscais. Pesa no cenário ainda o fato de a discussão sobre ágio afetar grandes empresas, que em geral podem arcar com os custos de debater o tema na Justiça.

Clique aqui e acesse a matéria publicada no Jota.

Áreas de Atuação

Fique conectado
com o Mattos Filho

Receba notícias e análises jurídicas de nossos especialistas em mais de 40 áreas do direito e fique por dentro de tudo que impacta o seu negócio.

Cadastre-se

Este site está registrado em wpml.org como um site de desenvolvimento.