Sign In

   

Com Pinheiro Neto no topo, pódio de The Legal 500 continua igual em 2017

15Set2017Sep15,2017
Consultor Jurídico

​Sérgio Rodas

Não houve mudanças no pódio de escritórios brasileiros mais reconhecidos pela publicação The Legal 500 sobre a América Latina de 2017, nem no número de áreas em que eles foram mencionados como os melhores do país.

Tal como no ano passado, o Pinheiro Neto ficou no topo por ter sido citado na “Banda 1” em 12 campos. Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr. e Quiroga Advogados, com 7 citações, permaneceu com a segunda colocação, e Machado, Meyer, Sendacz e Opice Advogados, com 5 menções, com a terceira.

Após ganhar uma citação na “Banda 1”, o TozziniFreire Advogados se descolou do empate triplo de 2016 com Souza, Cescon, Barrieu & Flesch Advogados e Veirano Advogados e assumiu sozinho o quarto lugar. Estas firmas, que tiveram 3 menções cada, ficaram no quinto lugar junto com o Demarest Advogados.

A publicação também destacou a criação de novas bancas. Entre elas, a separação do Schmidt, Valois, Miranda, Ferreira, Agel do L.O. Baptista Advogados após cinco anos de as firmas terem se fundido e a saída de profissionais do setor ambiental do Lobo & Ibeas para fundar o Graça Couto Advogados.

Turbulência politico-econômica
Devido às denúncias de corrupção da operação “lava jato”, a The Legal 500afirma que a demanda por serviços de compliance está alta. Outro campo em alta é o da arbitragem.

Por outro lado, a publicação destaca que a área de Direito Imobiliário está em baixa devido à crise das empreiteiras, já que muitas estão envolvidas em esquemas ilícitos.

Ver notícias do escritório